nnn

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Série - O Natal na Arte II

Colocando um brilho ilustre à postagem de hoje:


NATAL EM UM LAR




É noite de alegrias e festa...
É mais um Natal, é a data mais linda! 
É a paz, é o amor, é a linda seresta,
Na mesa adornada, graciosa infinda! 
E nesta humildade da casa ainda,
Tem singeleza, tem paz, tem amor...
Maria é Graça, é amor, e afeição
É minha amada, é meu coração...
Estrelas brilham na porta da sala
É Luz que de Deus vem do alto brilhar,
Ao som de cantatas, festejos e sinos,
São luzes da Graça a me iluminar...
Vejo Maria, e o Jesus pequenino
Vejo a paz, benfazeja em teu lar!

(Poeta Toni Lídio,  do blog Vozes de Minha Alma, em recente visita a minha casa, meu lar, meu pequeno e rico Santuário! Obrigada, meu amado!)



Amigos, esses scraps de Natal na sidebar do blog (solene, arte em papelão, patchwork e ecológico) são de minha autoria, feitos no ano passado...poderão retirar, se quiserem...
Continuando a série,  mais pintores famosos...

(Natal: Giotto (di Bondone), pintor e arquiteto italiano)


(Natal: Carlo Maratti, pintor barroco italiano)


(Natal: Domenico Ghirlandaio, pintor Renascentista italiano)


(Natal: Jacob Jordaens, 
pintor e maestro barroco flamenco, séc. XVII)


(Natal: Agnolo Bronzino, pintor italiano palaciano,
representante do maneirismo, séc XVI)


(Natal: Andrea Montegna, pintor italiano Renascentista, séc. XV)


(Natal: Jacopo Bassano, Bassano del Grappa,
 pintor Renascentista italiano, séc. XVI)


A Série:  Natal - Tudo que você queria saber, do ano de 2009, está aqui:

Bons regalos!!!
Feliz e Santo Natal 2010!

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Série - O Natal na Arte I

Amigos queridos!!!
Inicio hoje a publicação de uma série pinturas dos séculos XIII a XIX e que retratam as diferentes formas como a arte interpretou a época festiva do Natal, num total de 27 imagens.  Estou certíssima de que, assim como para mim, muitas das imagens que serão mostradas aqui, serão também uma linda  novidade para vocês!
Acompanhem-me nessa Galeria (improvisada com Amor) para sua apreciação!
Espero que gostem muito!!!
Feliz Natal!

Natal: Hans Multscher (pintor e escultor germano)





-  
Natal: Giorgione (pintor Renascentista italiano)









Natal: Bartolomé Esteban Murillo (pintor barroco espanhol)





Nota:
A Série:  "Natal - tudo o que você queria saber", do ano passado,  vocês poderão ver nesse link:

http://botoesmadreperola.blogspot.com/search?updated-min=2009-01-01T00:00:00-02:00&updated-max=2010-01-01T00:00:00-02:00&max-results=50

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Série - Indico esse Blog


Amigos queridos!

Meu homenageado de hoje é Poeta.
Antônio Lídio Gomes. Toni Lídio.
Um poeta doce, um poeta simples. Um poeta carinhoso ao extremo com todos os seus amigos...um poeta cuja alma generosa possui uma nobreza ímpar, inigualável, de escol, verdadeira, transparente, translúcida,  que ama e se faz amar!
Que ama e se deixa amar.
Um poeta cujos versos ressoam do seu mais íntimo sentir, e são, em verdade, as suas próprias “Vozes”...cândidas, mas ao mesmo tempo, fortes... puras, mas ao mesmo tempo, sábias!
Um  menino.
Que transcendentaliza o Amor.
E as comportas dos céus se abrem, para passar o Poeta, generoso em dar-se.


Esse poeta carrega em si a própria Luz do Sol a refletir seu brilho em cada um de seus versos, em cada estrofe, em cada poema que vai dezlizando mansa e calmamente de seu interior, ora intercalados com a fúria e a indignação de um cidadão comum, preocupado e indignado com assuntos de ordem social, como pode-se ver em "Brinquedo do Lixo"  e "Até quando?", ora romântico ao extremo, em seus estertores e raízes de homem que ama.
Como todo poeta, Toni possui sua musa inspiradora, que classifica "graciosa"...
Porém, pelo que se sabe desse doce Poeta, Toni Lídio, gracioso é seu lindo blog Vozes de Minha Alma, cuja essência é sua própria Voz, voz anima... em forma de sussurros animados... ou em tantas outras vezes, combinando gritos interiores, chegando até mesmo ao deslumbramento e ao êxtase...
Poeta das estrelas, seus temas possuem uma gama enorme de variedades e diversidades que impressionam, uma vez que Toni Lídio não segue apenas um único fio de seu pensar e sentir, antes embeleza seus poemas e lhes vivifica falando do Amor, da Vida, da Morte, da Tristeza, da Alegria, de Lágrimas, de Adeuses, de Saudades, de Conflitos Sociais, entre tantos outros!
Toni Lídio participou de duas Coletâneas de Livros (poesias, contos e crônicas), pela editora Pensata (vols. I e II) e já sonha com o terceiro livro publicado, só que desta vez, apenas com poemas de sua própria autoria, e, como professora de Literatura, estou engajada em minha cidade com o Projeto da Lei Municipal de Incentivo à Cultura, que poderá viabilizar mais esta obra de Toni.



Sua fé no Criador também o faz um  homem não religioso no sentido etimológico da palavra...porém um homem cuja sabedoria das coisas sagradas o torna  sábio, colocando-o longe de um ceticismo que não nescessita jamais "provar cientificamente a existência do Amor"!!!
Eterno apaixonado pelo Estilo Gótico...  cujo estilo de vida são dos "seres que escolhem os seus amigos pelo que eles são e não por aquilo que eles possuem"...


Gótico clássico,  Gótico-Arte, (http://www.pitoresco.com.br/art_data/gotico/index.htm).
Fã incondicional do Evanescence, não poderia ser de outra forma, pois evanescence é uma palavra latina (evanescere) e significa Renascimento e o poeta está nessa fase de sua vida, renascendo para o novo, para o mais belo nascer de um sol que figurou em sua alma desde sempre.
Poeta por vezes surreal, ele descreve em seu perfil:

OS TEXTOS QUE ESCREVO, SÃO VOZES DE MINHA ALMA. SOU UMA PESSOA QUE ACREDITA NUMA COMUNHÃO UNIVERSAL, E AO FALAR SOBRE DIVERSOS TEMAS, PROCURO APRESENTA-LOS DE FORMA IMPARCIAL, MAS COM UMA PITADA DE MEU CORAÇÃO. SOU NESSE MUNDO APENAS UM PEREGRINO APRENDIZ, E CREIO QUE ESSE APRENDIZADO NÃO TERMINA NESSE PLANO TERRENO. QUEM SABE AINDA LOGO MAIS... SOU MEUS SENTIMENTOS FLUINDO APAIXONADO PELA VIDA. NESSE CENÁRIO QUE ME RODEIA, AS LETRAS E PALAVRAS SERÃO AS VOZES EMANADAS DO CONHECIMENTO, QUE COLHI NO POMAR... DO UNIVERSO DE VOZES! SEJAM BEMVINDOS, E ÓTIMA LEITURA.


Convido a todos a visitarem o rico espaço do Poeta. 


Em tempo: Toni Lídio, essa homenagem a você hoje e a seu excelente blog Vozes de Minha Alma não termina aqui, meu querido! Penso que cheguei apenas a começar!!! 
Sou sua fã "número... primórdios dos tempos".

Abraços e laços, com o maior carinho do mundo, 
Sua guardiã,
irmã,
amiga
braço direito 

alma,
Graça Lacerda
Professora de Literatura
(GGG)

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Milene Lima - para o Projeto Lexicoterapi@*

ACORDAR E ADORMECER PALAVRAS


Que bom seria poder juntar um tanto de palavras de significado indesejado, jogá-las num baú, trancá-lo e jogar a chave no fundo do mar. Elas jamais acordariam pra nos atormentar e desmascarar ainda mais a feiúra do mundo.
Adormeceria a injustiça disfarçada de intolerância, que tanto mal provoca pelo simples fato das pessoas não ouvirem atentamente o que a outra quer dizer, não tentarem compreender que a diferença do outro não o torna pior ou melhor e mesmo pensando e agindo de formas diferentes é possível se conviver de forma pacífica e respeitosa. Essa mesma injustiça se veste de fome, fere o homem cruel e lentamente, tira sua dignidade e faz com que os abismos sociais jamais sejam diminuídos.
Ah, quantas palavras eu acordaria. Todas elas revestidas de amor, que é a mais linda, mais poderosa, a que opera milagres quando utilizada em overdose. O amor faria o sonho acordar pra sempre. Nada de Memoriais de Sonhos Mortos... Eles, os sonhos, seriam incessantes, nos mantendo vivos, cheios de esperança também trazidas pelo amor. Espalharíamos gentileza,generosidadesolidariedade.
Pintaríamos um mundo em cores mais bonitas, certamente.
 (Milene Lima)
Colaboração brilhante da professora amiga Milene (Pétala Rosadinha), dos  lindos blogs Inquietude e Relicário, para o Lexicoterapia e Excelência Humana para o século XXI (transcrito aqui ipsis literis).
Sim,  Milene,  com certeza pintaríamos... seu texto ficou incrível !!! Parabéns!!! 
E para dizer meu obrigada, de coração, uma pétala para você, na forma de Fractal!
Abraços e laços,
Graça Lacerda

sábado, 6 de novembro de 2010

Remota Paixão...



Houve uma época em que tudo que eu falava, rimava.
Minha mãe começou a desconfiar, preocupada:
-É grave, Doutor?
- Enfermeira, por favor. Encaminhe, imediatamente,  a "pacientezinha" ao Setor Nove. Cordis.
Diagnosticus  gravis: Poesia!
(Graça Lacerda)


Nota: poesia, ou gênero lírico, ou lírica é uma das sete artes tradicionais, pela qual a linguagem humana é utilizada com fins estéticos, ou seja, ela retrata algo que tudo pode acontecer dependendo da imaginação do autor como a do leitor. (Wikipedia)

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Projeto Adormecer e Acordar Palavras- Repostagem

Meus queridos ,

Já é sucesso esse Projeto, como todos sabem...

Finalmente agora, esse meu abençoado Lexicoterapi@  (nome de autoria de meu grande amigo Neo Orkuteiro) e  que atende informalmente pelo Adormecer e Acordar Palavras, já estará sendo também analisado pela esfera governamental, a partir de novembro de 2010.
Esse Projeto trouxe inúmeras alegrias para minha vida, e  muitos de vocês que o acompanharam estão aqui, neste slide, com seus sábios comentários, na forma de anexos: à guisa de ilustração.

Essa repostagem possui um único e fundamental objetivo: o de dizer MUITO OBRIGADA a todos vocês, que me apoiaram  tão carinhosamente, frequentes, assíduos, com suas palavras de apoio, incentivando de forma calorosa e desprendida, ACORDANDO palavras boas, santas, desejáveis, harmoniosas, para fazer ADORMECER aquelas que não edificam e não constroem!


Meu agradecimento especial também ao meu querido Bartolomeu Campos Queirós, cuja ideia original, como todos já sabem, vem do seu apaixonante livro CORRESPONDÊNCIA.


Estou muito satisfeita e gratificada, pelos Botões de Madrepérola terem conseguido, com louvor, e com sua preciosa colaboração, atingir o seu principal  e único OBJETIVO: o de fazer com que crianças e jovens possam vir a mudar seus comportamentos através da mudança de suas atitudes, e estas, por sua vez, através das Palavras!!!




PALAVRAS


Tanto queria
Dormir como vento, 
Conversar com as estrelas
E ser poeta.
escrever no sofrimento
Palavras com vogais abertas
Palavras com luz e com cor.
Palavras que voassem
Acasaladas,
Ritmadas,
Em todas as direcções.
E que pudessem poisar
Na eira do lavrador
Na paleta do pintor,
E na estrada.
Nas pedras da calçada,
Na lareira
E à tua beira.
Palavras datadas
Temperadas
Com sabor a sal e mel
Com o sabor do embalo
Do afago
Palavras saídas do coração.


(Maria José Areal, in À Deriva)