domingo, 4 de setembro de 2011

Pérolas a Hod







ALÉM DA TERRA, ALÉM DO CÉU

Além da Terra, além do Céu,
no trampolim do sem-fim das estrelas,
no rastro dos astros,
na magnólia das nebulosas.
Além, muito além do sistema solar,
até onde alcançam o pensamento e o coração,
vamos!
vamos conjugar
o verbo fundamental essencial,
o verbo transcendente, acima das gramáticas
e do medo e da moeda e da política,
o verbo sempreamar,
o verbo pluriamar,
razão de ser e de viver.



(Carlos Drummond de Andrade)*************************************



" É urgente inventar a alegria,
multiplicar os beijos, as searas,
é urgente descobrir rosas e rios
e manhãs claras."



"De palavra em palavra
a noite sobe
aos ramos mais altos


e canta
o êxtase do dia."


(Eugênio de Andrade)
*************************************



"Já fui gaivota, sobrevoei o teu barco em alto mar. Enfrentei ventos e tempestades para te encontrar algures nesse mar vasto e infinito. Pensei ter-te encontrado naquela ilha onde o teu barco ancorado contemplava a beleza das cascatas e a natureza por desbravar da selva desconhecida onde me fundia com o céu, a natureza e o mar. Mas partiste de madrugada e eu não te vi zarpar. Fiquei na ilha com as minhas asas feridas e o coração de ave que me puseste no peito.


Deste-me a liberdade das aves e o mundo inteiro como chão que me alimenta. Hoje em cada cais onde pouso espero o teu barco que foi perdido... mas não me iludo . O mar é vasto e em cada cais todas as gaivotas têm o seu valor, no entanto nunca nenhuma terá no peito este coração louco de amor que um dia sonhou pousar no mastro do teu navio e seguir navegando por mares desconhecidos rumo a todos os crespúsculos que estariam por vir ..."

(Amiga Lou -Portugal)
***************************************


"Deixai que a minh’alma escassa

De luz – aos astros emigre
Como gaivota que passa"

(Cruz  e Sousa)
****************************************


Não poderia deixar passar essa homenagem a meu querido amigo!
Saudade!

Postar um comentário