domingo, 2 de outubro de 2011

Uma vida sem segredos...



Queria hoje tão-somente agradecer...
Ao Pai do céu que me conserva ainda a vida e me ajuda a levantar!
A vocês, queridos amigos, que de tão lindos nunca me esquecem!!! Obrigada!Recebi vários e-mails, cartas tradicionais, e até presentinhos nesses dias em que estive "de molho"...obrigadinha, de coração pela atenção, cuidado e carinho durante esse tempo.
Vou contar um pouquinho a vocês dessa história: alguns souberam que sofri uma pancreatite, e esta foi seguida de infecção no duodeno. Febres, enjoos, e tudo mais que o quadro traz (de gostoso...rs) eu tive nessa temporada, que já completa sessenta dias. Todos me perguntavam para quando era o bebê, tamanho se encontrava o crescimento do meu ventre! Ele crescia, endurecia, e eu ficava parecendo uma grávida generosa em seus...quinze meses de gravidez!!! Havia dias inteiros de muita agonia, minha pressão que sempre fora 'muito boa, obrigada', agora oscilava, subia, descia e eu cheguei até a pensar que não fosse mesmo resistir! Tive que fotografar tudo para as perícias, e escrevi em minha barriga: Juliana, assim como fazem as mamãezitas de primeira viagem...rs
E por falar em viagem, foi realmente uma aventura, isso tudo que vivi! Nunca havia sofrido tanto assim!! Fiquei exatamente quinze dias sem comer absolutamente nada, pois tudo que ingeria, colocava fora, inclusive água, que até hoje não consigo beber!
No dia doze de setembro, segundo o parecer de dois médicos especialistas, eu poderia estar sofrendo um início de infarto, pois a pressão subiu muito, e o agravamento do quadro de endurecimento do ventre estava pressionando as artérias do coração. Como não recorri a nenhum  pronto-socorro naquele momento, ficamos sem saber, na verdade,  o que houve realmente comigo. Um desconforto que não havia experimentado ainda, é tudo que me lembro!
De qualquer forma, meus queridos, na minha opinião, todo sofrimento serve para nos ajudar a chegar a algum lugar. Aquele que não crê em nada, passa a crer em alguma coisa...aquele que já crê, renova a fé e as esperanças, e no meu caso, aproximei-me ainda mais de  meu Criador que me ressuscita sempre, e em Seu filho amado Jesus por quem tenho verdadeira paixão e adoração!
Não costumo falar de mim nos Botões, mas os amigos mais frequentes merecem sim, essa pequena explicação de minha ausência. Tentei voltar algumas vezes, mas mal podia permanecer sentada  por mais de cinco minutos, e isso me angustiava e a situação piorava ainda mais. Além do mais, o problema afetou também um pouco a visão (felizmente, conforme palavras dos médicos, reversível), mas ainda hoje não consigo enxergar com a nitidez de antes! Foi necessário muita fé, oração e tranquilidade para transpor essa grande montanha! Doses elevadas de ansiolíticos, porque, pela primeira vez na vida,  'desassumi' o controle do barco, que estava quase que 'virando' total e literalmente!
Também não costumo partilhar dores com meus filhos quando posso poupá-los. Se eles perceberem, ou não houver mesmo jeito, conto a eles, senão sigo em frente e só ficam sabendo depois que já estou completamente livre de toda situação! Meu caçula mora em Sampa, faz mestrado na USP. Embarcou ontem para a Alemanha, para apresentar seu projeto no dia 6, naquele país. Eu pergunto: como poderia dizer tudo isso a ele, se estava se preparando durante a semana inteira, para essa apresentação? Não mesmo!
Meu filho mais velho também está morando em São Paulo. A ele, eu revelei um pouco, pois graças a Deus está bem e de namorada nova...mas sempre falo com muita relutância, é inerente em mim, eu não consigo me abrir com  ninguém mesmo! A única vez que procurei um psicanalista (na juventude) quase deixei o cara louco, de tanto que eu ...'não falava'!!!rs
E meu filhão do meio prepara-se agora para casar,  não acho justo misturar com esse momento tão lindo deles, minhas aflições e dissabores de ordem biológica!!
E com meu esposo, que é meu companheiro de todas as jornadas, boas e más, não há segredo, evidentemente. Pra ele, eu tenho tirado todos os meus chapéus nesta vida! Tem me ajudado, socorrido, e sido realmente um grande irmão de fé em todas as horas.
Enfim, amigos, é isso. Um pouquinho de minhas inglórias, fardos e  rios obscuros que tive que viver e atravessar.
Assim que estiver "pra lá de boa mesmo" vou responder àquelas cem perguntas de meme da Lu, viu Miga? Pode esperar.  Assim, todos poderão me conhecer um cadinho mais!

Um grande beeeeeeeeijo de quem tá assim:



terminado meus implantes para um sorriso mais bonito que esse...haha


seguindo uma dieta rigorosa...

repondo todas as energias perdidas com powerade, pois é somente esse líquido que meu organismo aceita!


preparando-me para ficar bem bonita no casamento do meu filho...


 amando cada um de vocês!


do meu PC pro seu!


Um grande abraço, amigos! Deus os enlace em Seu seio, lhes proporcione toda ventura que merecem neste mundo!!!
Graça Lacerda
Postar um comentário