nnn

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Milene Lima - para o Projeto Lexicoterapi@*

ACORDAR E ADORMECER PALAVRAS


Que bom seria poder juntar um tanto de palavras de significado indesejado, jogá-las num baú, trancá-lo e jogar a chave no fundo do mar. Elas jamais acordariam pra nos atormentar e desmascarar ainda mais a feiúra do mundo.
Adormeceria a injustiça disfarçada de intolerância, que tanto mal provoca pelo simples fato das pessoas não ouvirem atentamente o que a outra quer dizer, não tentarem compreender que a diferença do outro não o torna pior ou melhor e mesmo pensando e agindo de formas diferentes é possível se conviver de forma pacífica e respeitosa. Essa mesma injustiça se veste de fome, fere o homem cruel e lentamente, tira sua dignidade e faz com que os abismos sociais jamais sejam diminuídos.
Ah, quantas palavras eu acordaria. Todas elas revestidas de amor, que é a mais linda, mais poderosa, a que opera milagres quando utilizada em overdose. O amor faria o sonho acordar pra sempre. Nada de Memoriais de Sonhos Mortos... Eles, os sonhos, seriam incessantes, nos mantendo vivos, cheios de esperança também trazidas pelo amor. Espalharíamos gentileza,generosidadesolidariedade.
Pintaríamos um mundo em cores mais bonitas, certamente.
 (Milene Lima)
Colaboração brilhante da professora amiga Milene (Pétala Rosadinha), dos  lindos blogs Inquietude e Relicário, para o Lexicoterapia e Excelência Humana para o século XXI (transcrito aqui ipsis literis).
Sim,  Milene,  com certeza pintaríamos... seu texto ficou incrível !!! Parabéns!!! 
E para dizer meu obrigada, de coração, uma pétala para você, na forma de Fractal!
Abraços e laços,
Graça Lacerda
Postar um comentário