nnn

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Projeto Adormecer e Acordar Palavras- Repostagem

Meus queridos ,

Já é sucesso esse Projeto, como todos sabem...

Finalmente agora, esse meu abençoado Lexicoterapi@  (nome de autoria de meu grande amigo Neo Orkuteiro) e  que atende informalmente pelo Adormecer e Acordar Palavras, já estará sendo também analisado pela esfera governamental, a partir de novembro de 2010.
Esse Projeto trouxe inúmeras alegrias para minha vida, e  muitos de vocês que o acompanharam estão aqui, neste slide, com seus sábios comentários, na forma de anexos: à guisa de ilustração.

Essa repostagem possui um único e fundamental objetivo: o de dizer MUITO OBRIGADA a todos vocês, que me apoiaram  tão carinhosamente, frequentes, assíduos, com suas palavras de apoio, incentivando de forma calorosa e desprendida, ACORDANDO palavras boas, santas, desejáveis, harmoniosas, para fazer ADORMECER aquelas que não edificam e não constroem!


Meu agradecimento especial também ao meu querido Bartolomeu Campos Queirós, cuja ideia original, como todos já sabem, vem do seu apaixonante livro CORRESPONDÊNCIA.


Estou muito satisfeita e gratificada, pelos Botões de Madrepérola terem conseguido, com louvor, e com sua preciosa colaboração, atingir o seu principal  e único OBJETIVO: o de fazer com que crianças e jovens possam vir a mudar seus comportamentos através da mudança de suas atitudes, e estas, por sua vez, através das Palavras!!!




PALAVRAS


Tanto queria
Dormir como vento, 
Conversar com as estrelas
E ser poeta.
escrever no sofrimento
Palavras com vogais abertas
Palavras com luz e com cor.
Palavras que voassem
Acasaladas,
Ritmadas,
Em todas as direcções.
E que pudessem poisar
Na eira do lavrador
Na paleta do pintor,
E na estrada.
Nas pedras da calçada,
Na lareira
E à tua beira.
Palavras datadas
Temperadas
Com sabor a sal e mel
Com o sabor do embalo
Do afago
Palavras saídas do coração.


(Maria José Areal, in À Deriva)


Postar um comentário