quarta-feira, 31 de março de 2010

Série - Indico esse blog

Minha homenagem hoje é para um  amigo muito querido que já conquistou minha simpatia, desde que chegou, ou fui eu que cheguei...não lembro!!!
Esse poema encantador é dele:




A VISITA DE NOSSA PRIMA VERA E SEUS AMIGOS


Pode entrar prima Vera
As portas estão abertas
Deixa que eu carrego tuas flores
Descanse um pouco e depois pode se arrumar
Soube que o vento trouxe teu perfume
Assim disseram-me suas amigas: as borboletas
Muito simpáticas, todas elas tem cada uma um estilo de beleza


Nossa, prima! Estou pasmo, quantos amigos e amigas você tem!
Olha pessoal, sejam todos bem vindos!
Entrem, entrem, a prima Vera está se vestindo


Que gentileza senhoritas, obrigado pelo pote de mel
Ah...meu amigo, eu tambem-te-vi, pode entrar e fique a vontade viu

Olá rapaz...recebi seu beijo como se eu fosse uma flor...obrigado pelo carinho




Espero que vocês aproveitem a temporada
Pois a prima Vera está ansiosa para interagir com vocês
Que chique! Você está muito linda Dona Joaninha, parabéns pelo seu belo vestido!


Hein! Essas são suas filhas? Nossa, como cresceram...se acomodem por favor



Oi menina Esperança, você está cada vez mais elegante e cheia de vida
É isso aí...mantenha o seu sorriso, a sua fé, a sua força e a sua coragem
Pois esta é a sua missão aqui na terra


Olha pessoal, aguardem só mais alguns minutos
Daqui alguns instantes teremos cantoria, a Dona Cigarra acabou de avisar


Pena que a Dona Maritaca irá atrasar um pouco com sua grande família
Isso sem falar dos colibris, dos pardais, dos sanhaços
e de tantas outras espécies que também foram convidadas

Portanto, paciência, muitos amigos ainda estão para chegar
Para matar das flores a saudade
Para colher de nossa prima 
Toda a sua primavera


                                                                          *****


...E aí, amigos, adivinharam quem é o sortu...quer dizer o homenageado, agraciado, contemplado dessa postagem singela dessa que ora vos fala? (Uma dica: claro que o sorteio do 'carro' será somente em 2011, e ele sabe muito bem por quê...rsrrs)


Isso mesmo...
Élcio Tuiribepi,  esse menino "que é um pouco de tudo, um raso tão fundo, um imenso e intenso, é vazio, é denso, é do mundo do poema, é de versos reversos, é espaço de sobra, a sobra da festa, a luz que ainda resta, um pouco de vento, mormaço e relento, a chuva e a brisa, a sombra precisa..."


Precisa dizer mais??? É só passear por lá, e conferir:
http://verseiro.blogspot.com/
Postar um comentário