domingo, 27 de setembro de 2009

As Idades do Corpo










“UM HOMEM É TÃO VELHO QUANTO SUAS ARTÉRIAS” (Henry Cazalis, médico francês, séc. XIX)

“Um homem solteiro de 50 anos que fuma um maço de cigarros por dia, não faz exercícios físicos e belisca um pacote de batata frita entre as refeições, tem uma idade verdadeira de quase 70 anos. Se este mesmo homem praticar exercícios com assiduidade, mantiver uma vida sexual animada e ingerir vitaminas E e C em quantidade apropriada na forma de alimentos ou suplementos, ele pode ficar parecido com alguém de 45 anos.” (VEJA, 1999)

I Você sabia?

Há pouco tempo li uma reportagem, também na revista Veja, que me chamou bastante a atenção.

A autora, Paula Neiva, deu uma verdadeira aula de como se manter jovem por mais tempo...

Para isso, recomenda ela, é preciso lecvar em conta uma característica do relógio biológico: OS ÓRGÃOS DO NOSSO CORPO NÃO ENVELHECEM TODOS NO MESMO TEMPO!!!

O bem-estar e a aparência da juventude podem, sim, ser prolongados, segundo ela.

Estudiosos do metabolismo, médicos, pesquisadores da nutrição e da fisiologia estudam recursos inovadores para atrasar o relógio biológico humano.

A certa altura de nossa vida, a produção de alguns hormônios cessa, o metabolismo se desacelera, o apetite sexual diminui, músculos perdem o tônus, ossos se desmineralizam; o sistema imunológico perde a eficácia, aumentando o risco de doenças. As células ficam mais suscetíveis aos efeitos dos radicais livres.

Nem tudo isso, porém, diz Paula, ocorre ao mesmo tempo ou com a mesma intensidade em todas as pessoas.

Um epidemiologista e geriatra italiano chamado Luigi Ferruchi coordena um estudo que acompanha um grupo de 1.000 pessoas desde 1958.

II Pele

A pele, órgão que como todos sabem é o maior órgão do corpo humano, chegando a medir até 2m², nossa espécie de cartão de visitas, é o órgão que mais deixa evidentes as marcas da passagem do tempo.

Para quem ainda não sabia: a mais antiga técnica de peeling (esfoliação) já era feita no Egito Antigo, usando-se óleo animal com sal e pó de alabastro!!! Isso era chique, não?

III Músculos

Segundo Paula, é possível chegar aos 70 anos com os músculos 40 anos mais jovem...

Aos 60, a massa magra pode cair para pouco mais da metade do que era na juventude.

Na década de 1970, os médicos perceberam a importância da musculação, pois a massa muscular começa a diminuir aos 25anos e a partir dos 45, a perda média é de 1% ao ano (para quem não faz exercícios com regularidade).

É recomendada a prática de atividades aeróbicas três vezes por semana mais dez minutos de exercício com peso, o que também não é nenhuma novidade.

Um estudo realizado pela Tufts University (EUA) analisou o efeito dos exercícios de força em mulheres idosas, com faixa etária média de 73 anos. Com duas semanas de treino, essas mulheres apresentaram um ganho significativo na quantidade de músculos e após 12 semanas, aumento de força muscular.

IV Duas informações que podem ser úteis

- O miométrio é o músculo mais forte do corpo (a cada contração durante o parto, a musculatura uterina faz um esforço suficiente para levantar 41 quilos).

- A miostatina é a proteína cuja função é modular o volume muscular.

V Consultoria e colaboração desta reportagem

Médico americano da Cleveland Clinic, Michael Roizen é uma referência do estudo da longevidade humana. Seu livro mais popular sobre o assunto vendeu mais de quatro milhões de exemplares, só nos EUA. Fundador do Real Age Institute, dedicado a pesquisas sobre a idade real das pessoas e de seus órgãos internos e da pele.

A contribuição especial de Roizen foi a criação de um método que permite às pessoas saberem se estão tão jovens biologicamente quanto poderiam ser.

VI Tabela de Roizen:

Idade cronológica 20 anos 30 a 40 a 50 a 60 a 70a

Mulher -3,5a -6a -13a -16a -23a -29a

Homem -3a -5a -12a -15 a -21a -27a

VII Palavras dele:

"Sempre me espantava ver pessoas instruídas e inteligentes mantendo hábitos ruins mesmo sabendo que estavam erradas", diz Roizen à Revista VEJA. "Agora, talvez as pessoas mudem algumas atitudes depois de conhecer a taxa de estragos que esses hábitos produzem."

VIII Descubra sua idade verdadeira
...e veja como preservar a juventude do organismo por muito mais tempo
.

A folhinha do calendário ou a data de nascimento carimbada na certidão definitivamente não são os melhores indicadores do vigor e muito menos do envelhecimento do nosso corpo. É o que defende o professor de anestesiologia e medicina interna Michael Roizen. Por meio de uma análise estatística e científica do impacto dos bons e dos maus hábitos sobre aexpectativa de vida, o médico americano desenvolveu o conceito deRealAge, idade verdadeira em português.

De acordo com a definição de Roizen, trata-se da idade biológica do organismo, aquela que se contrapõe à cronológica. Dessa forma, dependendo da maneira como o indivíduo cuida da sua saúde, acontabilidade dos anos pode ser menor ou até maior do que a ditada pela identidade. Em outras palavras, o que vai ou deixa de ir à mesa, por exemplo, além de atos prosaicos como o uso do fio dental, podem dizer se a gente está mais velho. Ou mais moço.

Roizen, 61 anos de idade cronológica e 42,1 de idade verdadeira, se tornou um habitué da lista dos livros mais vendidos do jornal americano The New York Times com títulos como Idade Verdadeira e Dieta da Idade Verdadeira,ambos lançados no Brasil pela Campus/Elsevier. Em suas obras, o leitor é convidado a fazer um extenso teste que avalia todos mos seus hábitos. No final, com o resultado nas mãos, descobre quantos anos realmente tem.

Fica sabendo também que atitudes envelhecem !!! E, por outro lado, como bons hábitos por exemplo, devorar um prato de salada todo dia o ajudam a remoçar. Na entrevista o especialista revela à SAÚDE! que, com a evolução dos estudos sobre o envelhecimento, chegaremos aos 150 anos com o vigor de uma pessoa de 45. Mas, quem diria, confessa que nem sempre segue os próprios conselhos.(Por Fábio de Oliveira| design Gisele Pungan e Thiago Lyra).

Quem não quer viver aos 60 anos como se tivesse 35? Milhares de pessoas hoje são mais jovens do que eram há cinco anos. Como isso é possível? Seguindo as recomendações que revertem o envelhecimento presentes neste livro, pessoas que antes eram muito mais velhas que sua idade cronológica conseguiram subtrair até 29 anos de sua idade biológica. Desde sua primeira publicação, A idade verdadeira - com mudanças simples na vida - ajudou milhares de pessoas a se tornarem mais saudáveis, jovens e vibrantes. Este edição, totalmente revista e atualizada, traz as novas descobertas do dr. Roizen sobre o processo de envelhecimento, abordando questões importantes como: a redução do estresse, o controle de doenças crônicas, a terapia de reposição hormonal, entre outras. Junte-se à Revolução da Idade Verdadeira e fique mais jovem e saudável.(fonte: Submarino)

A parte central do livro é um questionário extenso com 125 perguntas, um verdadeiro check-up. O teste foi elaborado por Roizen e outros quatro cientistas com base em 25.000 pesquisas publicadas em revistas científicas.

Livros como o de Roizen estão explodindo no mercado editorial no mundo todo porque vêm ao encontro de uma obsessão da humanidade na virada do milênio: retardar a velhice.

A expectativa de vida no Brasil hoje é de 70 anos. Cuidemos!!!

Postar um comentário