nnn

sábado, 30 de janeiro de 2010

O Som é Sagrado
























..."Havia na Índia, um certo professor que tinha aproximadamente dez alunos, e sempre procurava ensinar coisas boas e construtivas a esses alunos, procurando-lhes reforçar o caráter.

A esse ashram (comunidade espiritual) chegou uma pessoa que tinha certa posição e poder. Como o professor estava no meio de uma aula, não foi até a porta receber aquele homem para dar-lhe as boas vindas e o visitante, devido à sua posição e autoridade, sentindo-se um tanto ofendido, entrou na sala e perguntou ao professor:

- Por que você não se importou com a minha chegada? O que está fazendo que não veio me receber?

O professor respondeu:

- No momento estou cumprindo meu dever para com as crianças, ensinando-lhes boas coisas.

O visitante retrucou:

- Só porque você as está ensinando a respeito do bem, acha que seus corações mudarão e se tornarão mais puros?

O professor tomou então, mais coragem e falou:

- Sim, é claro; é bem possível que seus corações se transformem através de minhas lições.

O intruso disse:

- Não, não posso acreditar.

Ao que o mestre retrucou:

- Quando você não pode acreditar, quer apenas dizer que, você não tem fé em tal coisa, o que não significa que isto seja razão suficiente para que eu deixe de ensinar boas coisas a essas crianças.

Com isto, a pessoa, que se sentia muito importante, começou a discutir e afirmou que não é possível mudar a mente de ninguém, usando apenas palavras.

O professor, que era astuto e experiente nesses assuntos, pediu a um dos meninos, o mais franzino e menor de todos, que se levantasse e, na presença do visitante, disse ao garoto:


- Vamos, meu caro menino! Pegue esse homem pelo pescoço e ponha-o porta afora!

Imediatamente o visitante, ao ouvir isso, tornou-se furioso, seus olhos ficaram vermelhos de tamanha raiva e quis bater no professor. Então o professor perguntou:

- Senhor, qual é a razão de sua raiva? Nós não lhe batemos, nem tampouco lhe botamos para fora: a única razão para tê-lo enfurecido assim, foram as palavras que pronunciei a este menino, que nem tem condições físicas para fazer o que pedi a ele. Você disse que não crê que meras palavras possam mudar a mente de uma pessoa. Qual a razão então, das simples palavras pronunciadas a esse pequeno jovem, terem mudado tanto a sua mente, a ponto de tê-lo irritado tanto? Portanto, é errônea sua afirmação de que com simples palavras não se pode mudar a mente. Com palavras se pode causar raiva ou afeição. Com simples palavras pode-se ganhar a graça de qualquer um”

Chinna Katha – Sathya Sai Baba

Postar um comentário