nnn

sábado, 23 de janeiro de 2010

Série Biblioteca – IV (curiosidades)

1.A palavra bíblia vem do grego biblós que significa “os livros” ou “coleção de livros”, os quais na Antiguidade eram artigo de luxo.
As bibliotecas são anteriores à Imprensa: elas já existiam no antigo Oriente e possuíam caráter mais ou menos religioso. Eram instaladas nostemplos, em forma de rolos (os manuscritos).

2.Palimpsesto, Manuscrito e Pergaminho



Palimpsesto é uma página manuscrita, pergaminho ou livro cujo conteúdo foi apagado mediante lavagem ou raspagem e escrito novamente, reutilizado. O termo vem do grego antigo e significa riscar de novo.

A palavra manuscrito significa escrito à mão e é possível que tenha surgido para diferenciar os textos escritos com tinta e pena, sobre pergaminho, dos textos reproduzidos por tipografia.

Um texto manuscrito opõe-se a texto impresso, datilografado, digitado produzidos respectivamente por máquina impressora industrial ou doméstica, de datilografia ou armazenado em meio digital.

Há quem chame de manuscrito ao texto original, que é a versão de um texto feita pelo autor, por oposição a texto revisado e texto editado, que são versões elaboradas por outros trabalhadores que não o autor.

3. Biblioteconomista

O biblioteconomista estuda Biblioteconomia, especializa-se em administração de bibliotecas, e suas funções são, dentre outras, a de organizar coleções de documentos de vários tipos, como livros, periódicos, discos, fitas de vídeo, mapas, com a finalidade de facilitar o acesso a todo esse material do acervo de uma biblioteca.

Há ainda sob sua imcumbência, a Catalogação e a Classificação dos livros, orientação ao usuário sobre suas pesquisas, possuindo uma outra função também muito importante, a de documentalista: análise e resumo de documentos, utilizando-se de recursos da automação – computadores, fitas vídeo, microfilmadoras, etc, para uma posterior divulgação, mais ampla e precisa, de asuntos específicos. Exemplificando: eu tomo um volume da Barsa, mais um periódico, um Livro Didático, um Jornal impresso, e documento um tema único e específico existente em todos, com as devidas anotações de páginas, adendos, datas, modificações, alterações em dados, como é o caso de quantidade de livros de um acervo no ano tal, na Biblioteca Nacional.

4.A primeira Biblioteca do mundo

Segundo alguns historiadores, a primeira Biblioteca foi organizada em Mênfis, no Egito, pelo Rei Osimandias, em 2 000 a.C. Em sua entrada, havia os dizeres, em hebraico:

REMÉDIO DA ALMA

Na Grécia, a mais antiga, em Atenas, foi fundada por Pisístrato.

As mais célebres, foram as da Dinastia de Pérgamo , fundada por Atalo e fomentada por seu filho Eumenes II, com 200 000 volumes.

E a luxuosa Biblioteca de Alexandria, já postada aqui, anteriormente.

5.Iniciativa de se criar as Bibliotecas Públicas

César, o Imperador de Roma, foi o idealizador da ideia, e no século IV Roma possuía 28 bibliotecas públicas, com seus armários e estantes feitos em cedro, marfim e mármore, e trabalhados com soberbas incrustações em ouro.

6.Oração do Bibliotecário

Senhor, tu me deste o dom da paciência e,

mais do que ela, o de ouvidor;

de silenciar e de achar justificativas

para cada “típico” usuário da informação

que busca o meu auxílio.

Eu sou o elo entre a informação e a necessidade do usuário.

Eu sou o seletor dos documentos.

Eu sou o intérprete dos desejos alheios.

Faze, Senhor, que me policie diante da vontade

e o desnecessário, a fim de atender às pessoas.

Eu sou o protagonista de cenas isoladas e pesquisas exaustivas.

Faze, Senhor, com que eu possa ser assistido

pelas pessoas certas.

Senhor, permite que eu me mantenha fiel

ao compromisso de informar, indistintamente,

a todos que procurarem por uma informação.

Permite que eu não vacile diante dos trabalhos exaustivos.

Que eu não esmoreça diante das críticas.

Que eu não duvide da capacidade

de servir aos amantes da informação.

Permite que eu seja criativa (o) a cada novo sol,

E, quando dele me afastar,

Seja porque me aproximei de Ti para sempre.

Amém!

7.Ônibus-biblioteca

O projeto foi idealizado em 1938 por Mário de Andrade, chamado de “Biblioteca Circulante”. O serviço foi interrompido em 1942 na II Guerra Mundial, retornando em 1979 com uma perua Kombi adaptada. Desde então, apesar das dificuldades, o projeto sobrevive em São paulo.

8.Menor Bíblia do mundo

Todo mundo se refere a livros grandes como “bíblias”. Mas nem sempre uma Bíblia é sinônimo de livros gigantes. A menor bíblia do mundo está neste pontinho da foto abaixo.

Exatamente, este pontinho preto no meio do dedo do cientista na foto, ela mede 0,5 milímetro. Por mais estranho que pareça esta é uma placa de silício onde foi usado um raio focalizado de íons para gravar cerca de 300.000 palavras em hebraico da Bíblia.

A Nano Bíblia, como foi chamada é a menor do mundo e foi gravada numa plaquinha de silício tem meio milímetro quadrado e é recoberta com uma fina camada de ouro com 20 nanômetros de espessura. A façanha foi obtida pelos especialistas em nanotecnologia do Instituto de tecnologia de Haifa, em Israel. Só possível analisar o documento com uso de um microscópio.

9. Bíblia de Mogúncia

A Bíblia de Mogúncia foi impressa sobre pergaminho, cada página em duas colunas com 48 linhas, sendo as iniciais dos capítulos feitas à mão com tinta azul e vermelha.

Trata-se da primeira obra impressa na qual aparecem data, lugar e nomes dos impressores, Fust e Schoeffer (ex-sócios de Gutenberg), no colofão ( inscrição que pode estar no fim ou início do livro e que contém a informação sobre título, autor, editor, gráfico, tipografia, local e data de impressão, entre outros ...

É o incunábulo (livro impresso nos primeiros tempos da imprensa) mais antigo da Biblioteca Nacional, que possui dois exemplares, e faz parte das obras raras de nossa Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro!

Nota: a próxima postagem tratará dessa riqueza de Biblioteca...

(Vídeos, livros, filmes correlatos, por e-mail).

Postar um comentário